Autora faz balanço de “Além do Tempo”: “A produção mais ousada da minha trajetória”

RD1 Notícias  
 “Além do Tempo” chegou ao fim após surpreender o público por ser dividida em duas fases – em tempos diferentes – e com os mesmos personagens.
   Para Elizabeth Jhin, a novela espírita foi um marco em sua carreira. “É a produção mais inovadora e ousada da minha trajetória, justamente por ser pensada, criada e escrita em um novo formato”, afirmou ela ao jornal ‘Extra’.
   Mesmo sem confirmar uma próxima novela, a novelista garantiu que pretende continuar na faixa das 18h. “No momento, só consigo pensar nas minhas férias. Gosto muito de escrever para o horário das seis e pretendo continuar nele”, disse.
   Jhin também considera o resultado do folhetim “positivo” mesmo com os problemas que ela precisou passar ao longo dos meses – no meio da trama, Alinne Moraes se afastou para tratar uma crise renal; Nívea Maria foi atingida por uma séria infecção na garganta e Flora Diegues operou um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

4 comentários:

Solange Raio de Sol disse...

estou chorando até agora com esse fim da novela,sem palavras para dizer de como fiquei super satisfeita com essa novela,parabenizo a autora ,que foi muito feliz com esse super novela.Que venha mais!

Solange Raio de Sol disse...

Obs: as redes sociais como Facebook e todas comentam essa linda mensagem que a novela passou para o público. Vale a pena ver de novo!










Elisangela Alves disse...

SAUDADES, ALÉM DO TEMPO😔😔😔😔😔

neide sousa disse...

Esta novela foi de suma importância na das pessoas. Pois foi semeado a semente do perdão. Simplismente amei! !!!!