Homicídio à luz do Espiritismo






























O homicídio é um tipo de delito considerado grave em todas as legislações e em todos os tempos, divergindo a sua valorização de acordo com a cultura da época em que vivem os legisladores. O que pensa, porém, a Doutrina Espírita a respeito desse tema?

A questão do homicídio é abordada sob o título de Assassínio, na pergunta 746 de O livro dos Espíritos. Interroga Kardec: "É crime, aos olhos de Deus, o assassinato?" responde o Espírito: "Grande crime, pois que aquele tira a vida de seu semelhante, corta o fio de uma existência de expiação ou de missão. Aí está o mal." 

Aqui se inicia uma diferença entre o homicídio visto por uma ótica Espírita. Para os não espíritas, o homicídio é um crime em si mesmo, é a eliminação de uma vida por um modo traumático e violento, daí, no Código Penal , receber adjetivos como qualificado , premeditado, hediondo, simples e assim por diante.

Do ponto de vista Espírita, entretanto, há uma sensível modificação neste ato. Segundo a Doutrina Espírita, a vida não é eliminada. O homicida acredita, falsamente, que ao matar alguém livrou-se para sempre de um desafeto. O que o homicida elimina é a forma física, o corpo de seu inimigo, mas não o Espírito que, não raro, do outro lado da vida, espera por ele para ajustarem contas. 

Na pergunta seguinte, questiona Kardec: "O homicídio tem sempre o mesmo grau de culpabilidade?" Resposta: "Já o dissemos: Deus é justo e julga  a intenção mais do que o fato." Aqui se abre um espaço para a distinção entre homicídio doloso (com intenção) e o homicídio culposo (sem intenção). Ambos têm a mesma consequência, interrompe uma encarnação, mas o primeiro é, por certo, jugado com maior severidade. Um fato, entretanto, ressalta-se na Doutrina Espírita: o homicídio é muito pior para o homicida do que para a sua vítima.

Na questão 748, Kardec traz à baila uma figura jurídica muito conhecida dos juristas e mesmo dos leigos, que é a legítima defesa. Pergunta Kardec: "Em caso de legítima defesa, escusa Deus o assassínio?" Resposta: "Só a necessidade o pode escusar. Mas, desde que o agredido possa preservar sua vida, sem atentar contra a de seu agressor, deve fazê-lo".

Sem dúvida, o Espírito concorda com o princípio da legítima defesa, entretanto, observa que se deve sempre tentar evitar ao máximo a morte daquele que nos põe em risco a  vida. Por certo, O Espírito não quis ser radical, entretanto, numa visão estritamente cristã nem mesmo em legítima defesa se poderia matar. De um ponto de vista radicalmente Cristão e Espírita, mais vale receber a morte do que impingi-la a alguém. Aquele que mata, mesmo em legítima defesa, vale-se da violência contra o  agressor  e a violência poderia ter atenuantes, porém jamais justificativa.

31 comentários:

Anônimo disse...

Esclarecedor.

Michelle Wilson disse...

Quando perdi um filho de 29 anos assassinado com 5 facadas; senti que foi melhor pra ele ser o ofendido do que o ofensor...Quando fui à delegacia e vi mães, visitando seus filhos que haviam cometido crimes, me senti aliviada.
Dias depois de seu falecimento, desdobrei durante o sono e auxiliei meu filho na passagem do espírito dele. Ele foi em paz.

Ana Carolina Guimarães disse...

Muito esclarecedor ! É sempre bom falar de assuntos atuais à luz do espiritismo ! Doutrina Linda !

Jouziane Gratz disse...

Acredito na inteligencia divina e no discernimento e poder de deus.

PH Seixas disse...

Muito esclarecedor! Por isso amo a Doutrina Espírita! É compreensão e amor ao próximo sempre...

Unknown disse...

Desde 98 quando meu irmão foi assassinado fico pensando se ele conseguiu aceitar....tentei por diversos meios receber uma mensagem dele me dizendo como esta...Isso ate hj me corroí...queria muito saber se ele conseguiu aceitar o que aconteceu com ele....Nao consigo me libertar disso...Alguém pode me dar alguma informação?

Rute Dos Reis disse...

Concordo com vc Micheli Wilson é melhor ser o agredido doque agredir tb perdi meu filho assassinado

Cris Rodrigues disse...

Tenho verdadeiro horror a isto ,para pior o erro mas grave ,tenho homicida na familia ,muito triste

Conceição Dias disse...

Querido irmão em Jesus.
Como dizia nosso Chico Xavier:o telefone toca só de lá pra cá. O que posso te dizer é: O espírito de seu irmão está sendo tratado e qto mais ele receber as vibrações de angustia de vcs,mais será protegido desta influência e menos condições terá de se comunicar com vcs. Procure elevar seu pensamento e o entregue a Jesus. No momento certo em que vc e ele estiverem preparados a comunicação acontecerá. Sugiro que leve o nome dele para reuniões em centros espíritas. Vc pd colocar o nome dele em todas as reuniões e na de tratamento tb. Isto será como uma luz no caminho de seu irmão e muito o fortalecerá. Faça o culto do evangelho no lar uma vez por semana em sua casa. Vc vai se perceber mais sensível e perceptivo. Não force a comunicação. Ela acontecerá naturalmente. Espero ter te ajudado. Se quiser enviar o nome de seu irmão pra mim e o seu, eu colocarei na reunião que frequento. Abraços. Conceição

Cristina disse...

Eu estudo a doutrina a alguns anos, e pelo que eu aprendi teu irmão já foi atendido, todos nós somos socorridos após desencarnados, e esclarecidos também até porque já faz bastante tempo, e você precisa superar e pensar nele com carinho e amor, porque ele recebe as tuas energias de revolta ou de tristeza...
Mas também recebe tuas orações e teus pensamentos de amor e saudades!!!
Muita luz e paz!!! Que Deus te abençoe!!!

Marlizi Calegaro Virgili disse...

Também tenho horror só em pensar... Tenho dias folhas pequenas e um marido maravilhoso, sinto um aperto no peito de pensar em perder qq um deles.

Ingrid sampaio disse...

Acho que em outra vida esse cara deve ter sido algo muito especial pra ela ou ele não sei, pois foi muito intenso.

BLOG AD HOC disse...

Se todas as mães ou país ou de qualquer parentesco tivessem esse seu dom como seria confortado...
Que Deus nos ilumine.

Andrieli Pinto disse...

Meu pai foi assassinado faz três meses! É triste sim, mas fico imaginando quem o matou será que consegue dormir! Juro no fundo do meu coração que eu não sinto raiva desse guri que cometeu esse crime, sinto pena. Pois nunca vai ter o descanso...

Andressa Blanco disse...

Você deve rezar, peça luz pra ele. Não faz bem pra ele e nem pra VC ficar com esse sentimento... Ele sente o mesmo que VC, se VC está aflito aqui no plano terrestre ele fica aflito lá no plano espiritual... As vezes leva tempo pro espirito aceitar e se desprender dos seus entes e bens na terra e dizem q quando ele esta preparado ele pode vir na terra pra visitar seus entra. Mas pra isso ele precisa estudar muito e estar em uma boa condição pra que não haja um desiquilíbrio, por isso VC deve rezar muito e estar com o coração em paz, assim ele estará bem e quando preparado pode reencarnar caso tenha pendencias de suas vidas anteriores... Fique tranquilo, no momento certo ele vai te mandar noticias mas reze bastante pedindo paz e auxilio dos bem feitores pra que guie ele no caminho da luz.

os pirata disse...

Então devo deixar de cumprir minha missão para que o assassino cumpra a dele? Desculpe, mas sempre farei o possível para cumprir minha missão!
Se assim não fosse, seria eu um suicida como relata André Luiz em nosso lar por aquele que não luta pela própria vida na terra.
Vamos usar o bom senso .... Deus não é burro e nem ilógico.

Anônimo disse...

Você é um espirito elevado! Tomará todos conseguissem pensar dessa maneira.

Anônimo disse...

Nossa Michele.. Sinto muito pela sua perda... Queria ter essa serenidade que VC tem..

Anônimo disse...

Ingrid Sampaio,ou tinha lembranca de vidas passadas, li q isso e muito serio,eq é isso q nos leva a esquizofrenia por isso nao podemos lembrar de nossas vidas passadas, e se isso aconteceu eles provavelmente tinha problemas em vidas passadas e deu no que deu!

Felipe Fagundes disse...

E os Policiais????? Eles estão defendendo não suas vidas apenas, na uma causa maior: A soberania do Estado Demorcratico de Direito!!!! E ai??? O POLICIAL e culpado por matar o traficante que trocou tiro com ele no Morro de uma favela????

salvia rita dos santos disse...

em março de 2011,meu filho fabio junior da costa de 23 anos na epoca ,saiu pra limpar 2 lotes com um senhor,qdo saiu senti uma pontada mto forte no peito e como era usuário de drogas ,n tive sossego,era dia internacional das mulheres e terça de carnaval ,nunca mais o vi ,disseram q foi assassinado,n tenho paz desde então ,como eu queria saber o q aconteceu e onde ele esta,n sei onde procurar ajuda espiritual ,pois sinto q vivo n esta,me ajudem

Observador disse...

Michele Wilson, adorei seu relato.

Jorge Luiz de Sousa Luiz disse...

Minha irma Michele, o poder do perdão é luz pata um espirito caminhante e reforço na fé. Um abraço fraterno.

Flavio Nini disse...

Só para refletir... foi Jesus um suicida?

Anônimo disse...

Muito bom quando conseguimos esse desprendimento com nossos amados. Muitas vezes achamos que perdemos alguém e na verdade somente seguem para o retorno da verdadeira vida tendo aqui somente uma passagem. E o fato de ter desdobrado você acabou conseguindo também um alento para seu espírito e pparao espírito do seu filho. Os processos de desdobramento nós evoluímos muito mais do que aquele o qual ajudamos.

Anônimo disse...

Meu marido tiraram a vida dele e até hj não me conformo, e ainda vinheram dizer q foi legítima defesa. Se ele estava agressivo pq não chamaram a polícia em em de tirar a vida dele?e o q ainda me deixou mais indignada é quem foi q tirou a vida dele. uma pessoa bem próxima dele. faz um ano e cinco meses q ele partiu, mais ele não sai da minha cabeça, claro q eu não quero esquecer dele..mais ficar assim direto no meu pensamento? eu me pergunto até hj o q ele pensa da partida dele. da forma q foi a pessoa q fez...eu tbem me pergunto se ele ver todos q ele conviveu o assassino dele...Se ele perdoou o assassino
é tantas duvidas q eu tenho na minha cabeça...As vezes eu penso se uma dia eu vou receber uma mensagem dele.

Anônimo disse...

Tenho uma filha que faz tratamento pra depressão, ela já tentou o suicídio duas vezes. Eu morro de medo dela fazer alguma coisa e eu perder-la, ela é minha única filha as vezes eu peço a Deus que se pra ela ir embora que ele me leve primeiro porque não vou aguentar, e já não oque eu faço mais pra ela melhorar.Ela tem vinte dois anos e se chama Roberta meu nome e Neuza.

Maykul Mesquita disse...

Não é bem uma resposta é sim um elogio,todas as religiões trata de algo desconhecido que enche a cabeça de dúvidas e que de certa forma faz com que sejamos conduzidos sem uma resposta coerente de que somos , para onde iremos,e sobre a luz do espiritismo conseguimos discernir com provas ,porque o espiritismo não é uma religião é uma ciência e como tal requer estudo e como todo estudo é necessário provas e nas reuniões de caráter elucidativo até aos que não acreditam na comunicação pós mortem,tem quer se dobrarem e aceitar que para tudo a uma ação e reação,se nosso senhor Jesus é o mestre maior então seguiremos seus passos,lembrando que a vida só pode ser tirada por aquele a quem deu e esse é o Senhor Deus,cabe ao homem que é ser vivente compreender sua missão é segundo o próprio estudo do evangelho tentar compreender que entendendo sua missão na terra atual viverá uma vida feliz junto com os seus,o tirar a vida trás consequências para a vida presente e a futura,vivamos em paz viva a vida ,entenda o passado,construa o futuro,evolua,enriqueca o espírito,alimente a alma com leituras que edificam,feche os olhos para tragédias,feche os ouvidos para murmuradores,profira bençãos,dedique se ao bem,pratique o bem abrace ,perdoe,sorria ...

Maria de lourde oliveira disse...

Ontem fez um ano q minha filha foi assassinada,varias facadas pelas costas.Ele está solto,mas não tenho ódio,raiva também tenho compaixão .por medo de perde-la ele matou.um amor doente.minha preocupação também é como ela está. Ela foi socorrida e levada p o hospital espiritual mas acordou e ficou furiosa,depois me disse a madre (corrente da irmã terezinha)onde eu trabalhava q ela estava mais calma,só Não queria falar com ninguém,mas não a deixaram sozinha,monitoram onde ela vai. Também perdi meu filho ano passado,cinco meses antes dela,mas ele já era espírita e foi muito bem assistido.O q me dá força é ser espírita e a fé Q tenho.vou dei ar os nomes p vcs porque só estou estudando agora.Meu filho Carlos Oliveira antunes25/12/81-17/3/2015 Valquiria Oliveira Antunes 20/12/79--18/8/2015.obrigado q Jesus os abençoe.

Anônimo disse...

Que explicações maravilhosas. Parabéns a vcs que usam da palavra é conhecimento da doutrina para ajudar o próximo.Fazer o bem sem olhar a quem.

Katlyn disse...

Torço para que se faça justiça ao seu filho. Quanto à Justiça Divina, nem precisa torcer, porque ela é perfeita.