O que é o casamento para o Espiritismo?


O Espiritismo acredita que o verdadeiro casamento é a união de duas almas que se amam.

O amor é a celebração máxima e por isso não realiza tal ritual religioso em suas instituições, sendo necessário apenas legaliza-lo perante a lei, diante dos olhos dos homens, pois aos de Deus, aquelas almas já são casadas.

Não há problemas em casar-se na Igreja, caso o casal veja a necessidade, uma vez que tudo que é de Deus não faz mal e o espiritismo respeita as diferenças religiosas.

Apesar de não ter rituais, o Espiritismo respeita os rituais das diferentes religiões, uma vez que sabemos que não há mal nenhum se forem feitos com sentimento de fé verdadeiro.

10 comentários:

Khetely Costa disse...

Oq o espiritismo pensa sobre a pessoa se casar mais de uma vez em sua vida, pois a igreja condena a separação excluindo até os separados e os que se casarem com esses separados de suas atividades

Nathan Sakutii disse...

A separação legal vista à luz do espiritismo vem para separar diante dos homens o que de fato ja estava separado diante de Deus. O espírito encontra-se livre para escolher com sabedoria os seres que quer se relacionar, desde que sempre guiado no aonho da verdade e do amor incondicional.

Qjinho! disse...

Isso significa que o tempo de duas almas ficarem juntas acabou, tendo cumprido o período que lhes cabia, e que o tempo de 2 almas em nova união se inicia...

Luar Artes disse...

Não casei na igreja, nem no cartório. Porém sou casado a 32 anos e nos amamos. As nossas famílias sendo de outras religiões sempre nos cobraram que deveríamos casar perante a lei dos homens e a lei de Deus. Mas sempre me senti casado, tenho um filho de 24 anos e digo que nossas almas já eram casadas desde outras vidas. Portanto concordo com a luz do espiritismo.

Anônimo disse...

Oq o espiritismo pensa sobre a esposa ficar viúva ?

Nésio Oliveira Silva disse...

O que está acima da vontade das pessoas? A igreja seja católica, evangelica, protestante, espirita, ou Deus?

Como Jesus bem dizia: Na casa de meu Pai ha varias moradas. Não é somente na igreja ( que se diz representante legal de Deus) que as pessoas encontram agua, sombra, frutos e flores para sua vida.

Ainda assim o espiritismo, que tem suas estruturas embasadas na ciência (pesquisas cientificas, com metodologias cientifica para explicar os fenômenos que ocorrem como por exemplo mesas que flutuam, materialização, fluidos, e tantos outros fatos que ainda Deus não nos deixou conhecer) pois ainda não temos maturidade suficiente para sabermos lidar com coisas importantissimas em nosso cotidiano, religião, sim pois fala de Deus, Jesus e prega o novo evangelho onde Jesus com otinha dito, não veio apra derrubar a lei antiga (antigo testamento), mas dar nova interpretação, que é alei do amor, amar ao proximo, como a ti mesmo, falar de caridade, de compaixão, e outros, e a terceira parte que é a filosofia, de onde vim, para onde vou, qual o meu objetivo nesse mundo, nesse país, nessa familia, com essas pessoas, qual a minha meta com a educação, a saúde, e outros.

Entender o espiritismo somente como religião é continuar dentro da caverna.

Luciana de Oliveira disse...

Acho que não há nada demais tb se um casal espirita quiser faz er uma celebração na casa espiritita. Meu marido e eu somos espíritas e nosso casamento civil foi realizado no Centro. Mais uma benção para nosso amor já abençoado por Deus. E foi td muito lindo, sem ostentações,todos reunidos no único propósito de celebrar o amor de Deus, afinal onde tiver pessoas falando em seu nome, lá ele estará. Esse fato completará 8 anos agora em outubro.

Rafael Lopes disse...

Sou Umbandista e participo desse pensamento.

Jô disse...

Concordo!! Pois já fui em casamento civil e religioso, onde os noivos gastaram muito dinheiro, e eu parcelei meu vestido e presente no cartão de crédito em 4 vezes, antes da última parcela vencer, o casal se separou.Aprendi com isso que a verdadeira união se dá dentro dos corações do casal e que os compromissos assumidos tem que serem renovados todos os dias.

Anônimo disse...

Obrigada por esclarecer minha dúvida.